sexta-feira, janeiro 24, 2014
0
(Maracanã e Itaquerão)



Depois da Copa, certamente o Brasil estará mais preparado para receber o turista. Acredita-se que o faturamento no período dos jogos, poderá passar dos U$ 3 bilhões a mais do que os turistas deixam em nosso país todo ano.Após o megaevento, o PIB aumentará efetivamente nos próximos cinco anos. A melhora da qualidade de vida e o aumento da geração de empregos nas 12 cidades- sede da Copa será consequência dos investimentos feitos na infraestrutura; qualificação profissional; melhoria das estradas e do transporte público; melhoria na mobilidade urbana; ampliação da rede hoteleira; bem como a reforma e ampliação de portos e aeroportos.
É natural que o resultado disso, feito em curto prazo atrairá investimentos internacionais,  principalmente na área do turismo. Tudo indica também, que o megaevento, servirá de incentivo para o brasileiro que tem vontade de se tornar empreendedor nas áreas que envolvem o turismo direta e indiretamente.Em Brasília, por exemplo, além da arena múltiplo uso, onde se gastou R$ 1,3 Bilhões, empregando 15 mil trabalhadores e o investimento de R$ 2,2 bilhões na área de mobilidade urbana; ouve também investimentos na ampliação do aeroporto, na infraestrutura do turismo por meio de qualificação profissional, sinalização turística (em três idiomas), na acessibilidade de pontos turísticos e nos Centros Móveis e Atendimento ao Turista (CATS Móveis), o que colocará a cidade-estado de forma efetiva na agenda do turismo internacional, nos próximos anos.
Em São Paulo, o Aeroporto de Cumbica em Guarulhos, agregará mais 12 milhões de passageiros por ano aos atuais 35 milhões. Os turistas brasileiros e estrangeiros vão gastar juntos R$ 25,2 bilhões  durante a Copa de 2014, correspondente a 28 vezes o que os turistas gastaram na Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Vale ressaltar, que três milhões de viajantes nacionais vão gastar R$ 18,3 bilhões nas 12 sedes do evento. Estima-se que o Brasil receberá aproximadamente 600 mil turistas estrangeiros, o que representa o dobro da África do Sul em 2010. Os estrangeiros deixarão em nossos cofres cerca de R$ 7 bilhões.
Cidades como Rio de Janeiro e Salvador também disputam os primeiros lugares na recepção de turistas. De acordo com pesquisas, o Rio de Janeiro deverá receber mais de 413 mil turistas estrangeiros, enquanto que outros 841 mil brasileiros visitarão o estado no período da Copa.   Pesquisas recentes indicam ainda que, de cada três turistas estrangeiros visitando o Brasil, dois passarão por alguma cidade do Rio de Janeiro. Nesse sentido, os pontos turísticos mais visitados serão: o Pão de Açúcar, Corcovado, Museu Imperial e Maracanã. Vale lembrar, que o PIB do turismo no Rio atualmente é de 3,5% e passará para 8% nos próximos quatro anos.
Quantos aos jogos que serão mais vistos no mundo, certamente a abertura no Itaquerão em São Paulo, no dia 12 de junho, quando jogarão Brasil e Croácia, será muito prestigiada nos quatro cantos do planeta. Entretanto, existe uma grande expectativa para o jogo entre Inglaterra e Itália, a ser realizado no dia 14 de junho na arena do Amazonas. Tudo indica que o mundo estará com o olhar voltado para a floresta amazônica e o clássico europeu, que será sem dúvidas um dos mais importantes da primeira fase da Copa do Mundo em 2014.

De acordo com os maiores especialistas do turismo no Brasil, nos próximos cinco anos o nosso País dará um salto de qualidade rumo ao turismo. Segundo os mais otimistas, aumentaremos em 30% o número de turistas estrangeiros após a Copa, o que exige do governo e da iniciativa privada, mais investimentos na melhoria das estradas, mobilidade urbana, ampliação dos demais aeroportos e portos do país, bem como maiores investimentos da iniciativa privada na rede hoteleira nacional. O legado que fica para o turismo, anima o povo brasileiro, especialmente a juventude que exige por meio dos rolezinhos, lazer de qualidade para jovens de todos os segmentos da sociedade!

0 comentários:

Postar um comentário