sábado, março 29, 2014
0

Por: Walter Brito

Pesquisa feita pelo Instituto Directa no último final de semana em Brasília, mostrou que Marina Silva ainda é a campeã de votos na capital de todos os brasileiros. Vale lembrar que na eleição de 2010, a ex-seringueira obteve 41% dos votos para presidente da República em Brasília, o que lhe deu o primeiro lugar entre os candidatos. Na pesquisa feita em todas as cidades satélites, Asa Sul; Asa Norte; Lago Sul e Lago Norte e registrada no TSE e TRE/DF, cujo registro é BR-0054/2014; quando foram ouvidos 2 mil eleitores; Marina pontuou em primeiro lugar para presidência da República com 25,95% de intenção de votos, enquanto que Dilma Rousseff obteve 20,45%; e em seguida Aécio Neves e Joaquim Barbosa, com 19,65% e 18,85% respectivamente. O último colocado foi o pré-candidato do PSB ao Palácio do Planalto Eduardo Campos, com apenas 2,35% de intenção de votos do eleitorado candango.

A pesquisa publicada nesta edição do Cristal Pesquisas, mostra também a sucessão em Brasília, quando disputam cabeça a cabeça os votos do eleitorado brasiliense, rumo ao Palácio do Buriti, José Roberto Arruda e Antônio Reguffe, empatados tecnicamente. A pesquisa mostra também a intenção de votos para senador, deputado federal e distrital.

Vale lembrar que em Brasília reside um grande contingente de pessoas da maioria dos estados da federação, o que torna a capital brasileira um excelente laboratório político-eleitoral. Portanto, a tendência indicada pela pesquisa Directa, é que Marina continuará nos próximos meses, com mais cara de presidente do que o seu candidato ao Planalto, o governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB).

Com fundamentos em pesquisas, tal qual a realizada em Brasília pela Directa, é que o presidenciável pernambucano está tentando colar sua imagem ao projeto da Rede, comandado por Marina Silva. Vale lembrar que ambos até pouco tempo, pertenceram às fileiras do PT de Lula e Dilma Rousseff. A fala da dupla criticando de forma veemente Dilma Rousseff, dá a impressão de que o casal 20 da política brasileira está cuspindo no prato que comeu, e muitos eleitores Brasil afora consideram Marina e Eduardo Campos, os maiores traidores do Partido dos Trabalhadores, responsável pela trajetória política dos dois líderes peessebistas.



0 comentários:

Postar um comentário