quinta-feira, janeiro 05, 2017
0
Zé Diniz e a esposa Selma na cerimônia de posse


Por: Walter Brito

A famosa cidade de Abadiânia, no Entorno de Brasília e localizada na BR-060, cuja população tem cerca de 20 mil habitantes, já sente na primeira semana de administração a mudança para melhor, com a posse do novo prefeito no dia 1º de janeiro. Vale lembrar, que o prefeito Zé Diniz (PSD), ex-representante do governo de Alagoas em Brasília, foi eleito com 54.03% dos votos, o que representa a maior votação da história política daquele município.
O médico e ex-prefeito da cidade, o dr. Itamar Vieira Gomes, diz para a reportagem do Diário da Manhã, que desde o primeiro dia do novo governo, a saúde pública de Abadiânia está funcionando de forma efetiva e 24 horas. Na matéria em pauta, além do dr Itamar, entrevistamos o prefeito Zé Diniz que falou sobre o seu plano para administrar a cidade nos próximos 4 anos. Ele revelou que recebeu a prefeitura com dividas de 1 milhão de reais só na previdência social. Por isso, Diniz contratou uma auditoria que brevemente mostrará a realidade financeira do município. Apesar dos percalços o prefeito disse que está acostumado a enfrentar desafios e encontrar a solução por meio de muito trabalho. Entrevistamos ainda nesta reportagem, o empresário Felipe do Mercado, pessoa de grande conceito na cidade, bem como o ex-prefeito Reinaldo Gontijo, filho do fundador da cidade. Reinaldo é um entusiasta da nova administração.

Entrevistas

Felipe do Mercado, apoiador de primeira hora do Zé Diniz

Ouvimos Francisco Neri Felipe Xavier, o popular Felipe do Mercado. Ele disse que Zé Diniz é a grande esperança do povo abadianense, devido ao seu bom relacionamento em Brasília, fruto de três décadas prestando bons serviços no congresso nacional: “Sempre apoiei o Zé Diniz que é um homem de bem e querido na cidade de Abadiânia. Na sua primeira disputa eleitoral em 2012 eu fui o seu vice. Perdemos, mas perdemos de pé e logo recomeçamos um novo projeto para nossa cidade. Agora com o convencimento da população de que Diniz seria o mais preparado para administrar a cidade, ele venceu com votação esmagadora e foi empossado, cuja posse emocionou a todos. Tivemos a presença de diversas autoridades que representaram o Senado e Câmara Federal. Estiveram presentes também o novo prefeito de Alexânia, o Allysson Silva Lima, o médium João de Deus e todos os segmentos de nossa população.” Sobre o João de Deus Felipe acrescentou: “O seu João é uma pessoa muito importante de nossa cidade, pois, ele gera muitos empregos por meio dos atendimentos espirituais na Casa de Dom Inácio de Loyola. Lá ele recebe pessoas do mundo inteiro, o que fez a cidade ficar conhecida e melhora efetivamente o turismo e gera riquezas em nosso município”, concluiu Felipe do Mercado.
O ex-prefeito Reinaldo Gontijo

Entrevistamos também o ex-prefeito Reinaldo Gontijo que afirmou em alto e bom som: “O meu pai, Oribes Gontijo da Silva, foi o primeiro prefeito de Abadiânia, o que me orgulha muito. O meu irmão também administrou a cidade e eu tive esta oportunidade, quando cumprimos a nossa missão. Vale lembrar, que o então Presidente da República, Juscelino Kubitschek de Oliveira, no período da construção de Brasília passou pela cidade e deixou um bilhete para o meu pai, que era o prefeito e a sede do município funcionava onde hoje é o Distrito de Abadiânia Velha. O texto é o seguinte: “Oribes Gontijo da Silva: mude a cidade para o Planalto Central, pois, Brasília é uma realidade”. De acordo com os registros, o advento da BR-153 - Belém Brasília e a má localização da Sede Municipal de Abadiânia, decidiu-se a transferência para as margens da citada rodovia, pela Lei Municipal número 11, de 3 de agosto de 1960, efetivando-se a mudança em 15 de setembro de 1963. É importante ressaltar, que no trecho Brasília / Goiânia, a referida rodovia recebe o nome de  BR-060. 
O ex-prefeito Reinaldo Gontijo disse também, que a cidade de Abadiânia foi desenhada com base na capital Goiânia, ou seja, uma pequena réplica da capital do Estado. Quanto ao novo prefeito Zé Diniz, ele foi categórico em afirmar: “O Zé foi candidato em 2012 e não teve a votação almejada. Nesta eleição de 2016, o Diniz caiu na graça do povo e teve a maior votação de nossa história política. Quando o povo quer votar em um candidato, não adianta oposição poderosa. Chegou à vez dele e estive ao seu lado como a maioria dos abadianenses”. Referente à votação da câmara de vereadores, que a oposição fez maioria e elegeu a vereadora Angelina Rodrigues Pereira - PV, Reinaldo disse: “Foi uma eleição atípica, pois, Angelina foi eleita por Zé Diniz e compôs com a oposição. Achei uma atitude louvável do Zé Diniz não ceder às exigências de determinados vereadores. Ele não fez acordo e perdeu para uma companheira junto com a oposição. Ficou o exemplo de dignidade do Zé. Certamente os vereadores não terão respaldo da população para impedir votações importantes que favoreçam o desenvolvimento da cidade. Repito: o Zé Diniz agiu bem”, concluiu.
O médico e ex-prefeito de Abadiânia, Itamar Vieira e a esposa Fernanda Boeira

A reportagem encontrou o dr. Itamar em plena atividade no Complexo de Saúde de Abadiânia. Referente ao mandato de Zé Diniz, o médico e ex-prefeito afirmou: “Vejo com bons olhos e muito positivo o inicio da administração em Abadiânia, da forma que o Zé Diniz vem fazendo, inclusive dando oportunidade para pessoas novas e implementando um serviço na saúde de alto padrão, como um plantão que estamos iniciando de 24 horas. Tínhamos um plantão meio conturbado e agora vamos fazer plantões de 24 horas e de forma efetiva, o que certamente trará melhores dias para o nosso povo. Outro dia eu conversava com ele, quando ele disse-me: - Olha Itamar, Já ganhamos quase um milhão de reais para o equipamento do Complexo da Saúde. Além disso, com o bom relacionamento que tem, ele já visitou diversos ministérios e vai fazer um bom trabalho em nossa cidade, acredito”. Itamar entende que: “a vereadora Angelina, apesar de ter feito composição com os opositores do prefeito, ela é uma pessoa de caráter e ficará ao lado do povo e da administração do Zé Diniz”. Disse doutor Itamar.

Zé Diniz é convidado para fazer parte da AMAB

Com o bom relacionamento que tem no Congresso Nacional e a experiência de assessorar um governador de Estado, o novo prefeito foi convidado para assumir posição de destaque na Associação de Municípios Adjacentes à Brasília. Ele falou de seus planos para a reportagem e confirmou o interesse de participar como membro da AMAB. Veja a entrevista: 
Eleição da Câmara de Vereadores. Sobre assunto o prefeito respondeu: “Elegemos seis vereadores, mas hoje efetivamente temos o apoio de cinco. Estou tranquilo quanto a isso, pois não tenho projeto pessoal e meus projetos todos são para Abadiânia. Qualquer projeto que eu encaminhar, certamente o objetivo será o de favorecer a cidade e nosso povo. Por isso, eu não vejo os vereadores votando contra. Caso isso aconteça, eles vão explicar para a população a posição que tomaram. Pretendo ter uma relação harmoniosa e muito tranquila com o poder legislativo. Neste sentido Montesquieu explica: os poderes são harmônicos e independentes entre si. Por isso eu respeito à posição da Câmara. Eu tinha um candidato e ele perdeu a eleição. Isso faz parte do jogo democrático”, arrematou.

Pleno emprego

O maior empregador do município é a prefeitura. Questionado sobre como fazer para melhorar a questão no município, Zé Diniz disse: “Vamos trabalhar no sentido de trazer indústrias para Abadiânia, o que vai gerar emprego e renda. Temos que mostrar para a cidade que não é só o poder público que emprega. Esta questão do desemprego é um problema do Brasil e do mundo, especialmente na crise econômica pela qual passamos. No nosso primeiro dia de trabalho a demanda na procura de colocação foi muito grande, contudo não temos condições de atender a demanda. A nossa meta é atrair empresas para o nosso município e região”.

Divida da administração anterior 

O prefeito confirmou, que só na previdência social a divida deixada pelo prefeito anterior foi de 1 milhão de reais: “Estamos recebendo o município sem as CNDs organizadas. São as Certidões Negativas de Tributos, o que é  fundamental para que a prefeitura receba os repasses do Governo Federal. Por isso, tivemos que mudar completamente a nossa estratégia no primeiro mês de trabalho. Vamos na busca de solução desse impasse. Vamos fazer imediatamente uma auditoria para descobrirmos a real situação financeira do município. Encontramos no primeiro dia uma dívida na previdência social de 1 milhão de reais, o que é um absurdo. A solução é o parcelamento para que possamos trabalhar,  com  o foco na captação de recursos do Governo Federal”. Disse. 

Relacionamento com o Governo Marconi Perillo

No que diz respeito à parceria entre o município de Abadiânia e o Palácio das Esmeraldas, o novo prefeito explicou: “tive o prazer e a honra de me encontrar com o governador Marconi Perillo, antes de nossa posse. Temos um relacionamento muito bom com o governador e acreditamos em tudo que nos prometeu na referida audiência. Na oportunidade eu estava com minha bancada de vereadores, quando ele disse que as finanças do estado estão se equilibrando especialmente após a venda da CELG. Neste sentido ele prometeu nos atender de imediato, no que diz respeito à pavimentação da rodovia 474 que liga Abadiânia ao lago Corumbá IV. Além disso, o senhor governador se comprometeu em viabilizar recursos para a pavimentação de diversos bairros em Abadiânia, Abadiânia Velha e Planalmira. Acreditamos que os dois anos que ainda restam do governo Marconi Perillo serão suficientes para ele ajudar nossa cidade a avançar” disse.

Saúde Pública

Diniz foi direto e afirmou: “a saúde é prioridade em nosso governo e já estamos agindo, bem como outras áreas fundamentais como: educação, infraestrutura, entre outras. Na saúde, o plantão 24 horas no Complexo de Saúde é um exemplo claro. Na primeira semana qualquer abadianense vai perceber a diferença para melhor na gestão da saúde pública. Vale ressaltar, que existe um prédio em Abadiânia construído na gestão do dr. Itamar, cujo objetivo era para sediar um hospital. Não temos condições de manter a estrutura de um hospital e nem de uma UPA, pois, os custos são altos e pretendemos trabalhar dentro de nossa realidade. Pretendemos utilizar o referido prédio como maternidade para atender a nossa população de Abadiânia e quem sabe transformá-la numa referência regional.”

Apoio político 

Neste sentido, o prefeito Diniz disse à reportagem que já tem 4 deputados federais da bancada goiana que se comprometeram em ajudar o município de Abadiânia. Além disso, o prefeito tem uma relação de três décadas no Congresso Nacional e em toda Esplanada dos Ministérios, o que certamente facilitará sua vida. “estive recentemente com o amigo de longa data, o dr. Marx Beltrão Lima Siqueira, Ministro  do Turismo. Ele que já foi prefeito e conhece a realidade de nosso município, prometeu que vai envidar esforços para apoiar de forma efetiva nossa Abadiânia”.

AMAB

A Associação de Municípios Adjacentes à Brasília, composta por 19 cidades, certamente é uma instituição importante para fortalecer os municípios na busca de recursos no governo federal, estadual e inclusive, junto aos órgãos internacionais que têm projetos específicos para atender regiões carentes. Questionado pela reportagem, se tem interesse de presidir a entidade, o prefeito disse: “a AMAB é uma instituição fundamental para os municípios da Região Metropolitana de Brasília, apesar de não ter no momento a importância que merece. Não pretendo ser candidato a presidente, pois, tenho que cuidar diuturnamente de nossa Abadiânia. Entretanto fui convidado para compor a chapa que administrará a AMAB nos próximos dois anos. No caso estou estudando com minha assessoria, qual será a participação de Abadiânia neste primeiro momento”, disse.

Tradições e cultura

O município de Abadiânia é conhecido pelas suas festas religiosas, preservação de suas tradições e o incremento de sua vida cultural. A cerca disso o prefeito se manifestou: “Sou um admirador e participante ativo de nossa cultura e tradições. Durante toda a minha vida, eu e minha esposa Selma participamos de forma vibrante das festas religiosas, bem como as atividades culturais em Abadiânia e região. O nosso departamento cultural, sobre o comando da nossa assessora Camila, que é a chefe do referido departamento. Trabalharemos de forma muito forte para atender as expectativas do povo abadianense nesta área”, arrematou Zé Diniz.

Social

A relação com o povo, especialmente as pessoas mais carentes, incluindo gestantes, idosos e crianças: representam o carro-chefe da humanização da administração pública. Nesta seara o prefeito disse: “escolhi com muita satisfação para esta área, a minha companheira de trinta anos de casamento, a minha querida esposa Selma Diniz. Sei que vamos encontrar dificuldades no início, pois, no primeiro dia de trabalho percebemos que a área está sucateada e sem nenhuma estrutura. Contudo estamos preparados para enfrentar os desafios que vierem pela frente. Sou otimista e daqueles que não fica por ai lamentando: a solução é o trabalho e, muito trabalho para diminuir as dificuldades. Exijo de minha equipe pensamento positivo o tempo inteiro. Vamos vencer com o apoio e graça de Deus”, afirmou.

Experiência de trabalhar com o governador mais jovem do País


Como a maioria da população de Abadiânia sabe, Zé Diniz trabalhou com os mais importantes políticos do País. Nos últimos anos foi chefe de gabinete do deputado federal Renan Filho, que aos 35 anos se elegeu como o governador mais jovem do Brasil. Neste sentido, o governador Renan Filho (PMDB), em seu primeiro ano de gestão, em 2015, foi apontado como o melhor governador do País e melhor avaliado pela população, com aprovação de 67,5%, seguido pelo governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), segundo levantamento divulgado pelo Instituto Paraná. Desde o primeiro dia do governo Renan Filho, o seu representante em Brasília foi o atual prefeito Zé Diniz, que deixou a representação para ser candidato em Abadiânia. Questionado pela reportagem sobre sua experiência em assessorar o jovem governador, Diniz com a humildade de sempre explicou: “apesar da pouca idade, o Renan Filho é um dos homens públicos mais preparados em nosso País. Ele é uma pessoa dedicada e um verdadeiro trabalhador pela causa do povo alagoano, o que nos trouxe grande experiência. Tenho muito que agradecer a ele e a Deus por ter tido esta oportunidade”, concluiu Zé Diniz.

0 comentários:

Postar um comentário