sexta-feira, outubro 26, 2018
0
Chico Vigilante e Haddad estão entre os melhores amigos de Lula

Por: Walter Brito

Um dos mais aguerridos parlamentares da esquerda brasileira, o compadre do ex-presidente Lula, Chico Vigilante (PT), disse que tem a convicção de que o povo trabalhador dos 27 estados vai votar em massa em Fernando Haddad (PT) no próximo domingo, 28/10 e elegê-lo presidente do Brasil.  Fundador do PT no DF, o maranhense Francisco Domingos dos Santos foi por duas vezes deputado federal, eleito em 1990 e reeleito em 1994 com a maior votação proporcional em todo o país. Também reeleito com votação expressiva para o exercício do quarto mandato no parlamento distrital, onde é autor de 43 leis que contemplam as grandes causas populares, o ex-vigilante recebeu a reportagem do jornal Diário da Manhã para uma entrevista exclusiva.

Por meio das cartas do cárcere, Lula leva personalidades do centro para campanha de Haddad e coloca a militância nas ruas
Animado com a pesquisa do Ibope, publicada no dia 24/10, quando Haddad superou Bolsonaro na cidade de São Paulo, alcançando 51% das intenções de voto contra 49% de Bolsonaro, Chico falou sobre diversos assuntos. Vale lembrar ainda que Haddad cresceu nacionalmente em todas as pesquisas, no momento em que faltam apenas três dias para o pleito, o que obrigou Bolsonaro de forma apelativa e desesperada a gravar um vídeo na quarta-feira, 24/10, ao lado do afrodescendente e deputado federal eleito pelo PSL no Rio de Janeiro, o subtenente do Exército, Hélio Fernando Lopes. Criticado pela negritude nacional, Bolsonaro tenta mostrar que não é racista.
Paulo negão e Jair Bolsonaro em vídeo de emergência. 

O entusiasmo do parlamentar distrital com os últimos acontecimentos fez com que ele revelasse na entrevista o descontentamento dos plantadores de arroz no país, que estão impedidos de vender o produto para a Venezuela. Neste caso, a China compra o arroz brasileiro, cujo lucro para os brasileiros é bem menor. Os chineses usam como moeda de troca o arroz brasileiro, na aquisição do petróleo dos venezuelanos, retaliados pelo Brasil, diz Vigilante. Veja a íntegra da entrevista.
Ao ser interrogado pela reportagem sobre a sua vitória na eleição do dia 7 de outubro, quando foi o sexto mais votado para a Câmara Legislativa do DF, o petista argumentou: “Foi uma campanha extremamente difícil, mas a força de nosso trabalho a favor da capital brasileira nos permitiu superar todos os obstáculos e obter o reconhecimento da população por meio de votação expressiva. Muitos gastaram milhões e não conseguiram os votos conquistados por mim.  Aproveito para agradecer os meus eleitores e dizer a todos que estou muito feliz com a vitória”. Disse.

O BRASIL NÃO QUER UM SILVIO BERLUSCONI NO PODER

Berlusconi foi Primeiro- Ministro na Itália. 
"Lava Jato.criou Bolsonaro", diz deputado do PT

Quanto à disputa do primeiro turno, o deputado Chico Vigilante analisou: “O PT foi o único partido político que saiu vivo destas eleições. O PSL do Bolsonaro é uma legenda provisória como foi o PRN de Fernando Collor de Mello. Se não fosse os ataques feitos contra nosso partido com o apoio de toda a mídia, certamente teríamos elegido mais de cem deputados federais.  Ainda assim, elegemos 56 deputados, o que mostra a nossa garra ao enfrentar as adversidades. Gostaria de acrescentar ainda e alertar a população brasiliense e brasileira, que a Operação Mãos Limpas produziu Sílvio Berlusconi, que durante nove anos foi o todo-poderoso da Itália e quase destruiu aquele importante país europeu. Trata-se de um sujeito amoral e corrupto.
Por meio da Operação Lava Jato é que surgiu a figura do Bolsonaro. Por isso, o povo brasileiro está atento, acordou na reta final da campanha e percebe-se que não deseja ter um Berlusconi em nosso país. Todas as pesquisas feitas esta semana mostram claro a subida de Haddad e o desgaste do Bolsonaro. Eu estou acompanhando o movimento de todos os segmentos da sociedade nas ruas e percebo que a maioria está caindo na real. Estão percebendo que Jair Bolsonaro é uma farsa e se apresenta para a população como novo. Ele é deputado federal há 28 anos e não tem um projeto de impacto para a sociedade. Os filhos dele, um é deputado federal por São Paulo, outro estadual pelo Rio, e o terceiro é vereador na cidade do Rio de Janeiro. Trata-se de uma família que montou uma verdadeira casta dentro da política brasileira e vivem dizendo que não são políticos. Bolsonaro tenta se acobertar, por meio do título, capitão do Exército, mas na verdade ele é um político profissional da pior espécie”, bateu forte o deputado da esquerda brasiliense.


ELITE BRANCA MANDOU E MANDA NO PAÍS HÁ 505 ANOS

Questionado pela reportagem, se os pobres e negros, beneficiados pelos governos Lula e Dilma durante 13 anos de poder, têm consciência da importância dos governos petistas e se isso será reconhecido nas urnas no domingo, o parlamentar foi direto ao ponto: “A ascensão do Haddad neste momento decisivo e fundamental para o nosso país mostra o reconhecimento da classe trabalhadora que leva este país nas costas, principalmente pobres e negros. Vale lembrar que durante 505 anos as elites brancas mandaram e desmandaram em nosso país e fizeram o que quiseram.
Vale relembrar que os filhos das elites, durante séculos, estudam nas melhores escolas de Portugal, da França e outros países desenvolvidos. Voltam dos estudos com a única missão que é a continuidade do domínio do povo trabalhador, ordeiro e mais alegre do mundo. Depois que assumimos o poder durante 13 anos, obviamente que mudamos a realidade de nosso país para melhor, especialmente o nordeste brasileiro. Quando a Dilma foi reeleita em 2014, as elites não deixaram ela governar, pois sabiam que o Lula voltaria nos braços do povo e com a missão de dar dignidade ao povo que construiu esse país e não participa de sua administração. O pobre e negro estão estudando, por meio do Prouni e outras facilidades criadas pelo ministro da educação, Fernando Haddad. O medo é ver o filho do pobre na escola do rico, o filho do pobre e negro participando da administração.
E mais, foi por isso que deram um golpe de estado e apearam Dilma Rousseff do poder. Além disso, jogaram este país na mais brutal recessão de nossa história. Neste sentido, a direita oportunista, que se aliou ao Coiso, culpa o Partido dos Trabalhadores por tudo isso. Por qual razão não falam sobre os avanços dos governos do PT? - Todo mundo sabe que a UnB hoje tem um colorido que representa mais a nossa população. Os afrodescendentes estão se formando em cursos de elite, com medicina, engenharia e até no Instituto Rio Branco existem diversos fazendo diplomacia”, explicou Chico Vigilante.
PLANTADORES DE ARROZ INSATISFEITOS EM TODO O BRASIL
Quando a pergunta se referiu ao PT,  no agrado ao mercado, Chico Vigilante não tergiversou e afirmou de pronto: “Não vamos governar para o mercado e sim para o povo brasileiro! Apesar da banda boa do empresariado ter o nosso respeito, existe uma meia dúzia de especuladores como George Soros e outros, que vivem da especulação e o empobrecimento de nosso povo. No contexto das nações, pretendemos ter uma relação forte com a Rússia, China e também com os Estados Unidos da América. Com estes, a relação não será de alinhamento.
Quero ainda revelar, em primeira mão, que os produtores de arroz em todo o Brasil estão profundamente insatisfeitos com a retaliação comercial contra a Venezuela, para os quais não podem vender o produto diretamente. Por isso, a China está comprando o arroz do Brasil e petróleo da Venezuela. A China pega o arroz que compra do Brasil e dá como moeda de troca na aquisição do petróleo venezuelano. Os empresários estão insatisfeitos com isso, pois o lucro é muito pequeno e muitas vezes dá prejuízo”, disse.
VAMOS REIVENTAR O PT EM QUATRO ANOS
Perguntamos ao maranhense de Vitorino Freire sobre a força que restou do PT nas eleições de Brasília, quando reelegeu Érika Kokay para a Câmara Federal e dois distritais, ele próprio e Arlete Sampaio. Ele respondeu: "Saímos vivos desta eleição e com muita dignidade. Temos quatro anos para reinventar o nosso partido e ao lado do próximo presidente do Brasil, que será Fernando Haddad. São duas mulheres e um homem com esta responsabilidade maior: eu, Arlete e a Érika, pois fomos eleitos pelo povo no dia 7 de outubro. Contaremos com a força popular daqueles que não se elegeram, mas tiveram boa votação, com Ricardo Vale, Geraldo Magela, Policarpo e as novas revelações como a candidata do PT, Hellen Cristyan, que obteve mais de cinco mil votos. A nossa militância é aguerrida e estará conosco neste novo formato do PT no DF".
ROLLEMBERG MENTIU DEMAIS E NÃO MERECE O NOSSO APOIO
Sobre o atual governador Rollemberg (PSB), com 25% na pesquisa de intenção de voto,  contra os 75% de Ibaneis Rocha (MDB), na disputa do segundo turno, Chico criticou: “Durante quatro anos, o Rodrigo Rollemberg não construiu nenhuma creche, e todas foram construídas pelo Agnelo Queiroz do PT. O Agnelo construiu muitas casas populares, que foram entregues pelo Rollemberg. O Hospital da Criança, tão comentado pelo governador do PSB, como se fosse totalmente construído por ele, também a maioria foi obra de Agnelo. O nosso companheiro Agnelo construiu o primeiro bloco e deixou o segundo bloco praticamente pronto, inclusive, talheres e equipamentos para as mesas do bloco foram adquiridos pelo ex-governador do PT. Rollemberg mentiu demais, atacou muito o Partido dos trabalhadores nesta eleição. Por isso, não terá o nosso apoio no dia 28 de outubro. Quero finalizar repetindo o que já disse anteriormente: Estamos sentindo um clima de virada na reta final destas eleições no plano nacional, e Fernando Haddad será o próximo presidente do Brasil. Vote 13 para presidente", concluiu o deputado distrital Chico Vigilante.

Viés de centro na campanha de Haddad: Alberto Goldman (PSDB), Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Jarbas   Vasconcelos (MDB)

0 comentários:

Postar um comentário