segunda-feira, outubro 01, 2018
0
Jofran quer Severino defendendo o contribuinte na Câmara Distrital


Por: Walter Brito

Preocupado com os descaminhos da política, onde a violência e a falta de ética campeiam soltas, Jofran Frejat recebeu a nossa reportagem em sua bela casa no Lago Sul, onde reside há 42 anos. Na oportunidade teceu comentários sobre a importância da eleição do professor de Direito Severino Cajazeiras para o parlamento distrital, quando será defensor inconteste do contribuinte. Ele falou em alto e bom som sobre outros assuntos, entre os quais a sua decisão de não se candidatar.
Embora conservado fisicamente, inclusive praticando exercícios de barras diariamente, o guerreiro da medicina e da política, defensor da moral e da ética, sempre de bem com a vida; brincou e fez um trocadilho com os seus 81 anos bem vividos: “Sou velho sim, mas não sou velhaco”.
Veja a íntegra da entrevista:
Questionado sobre a violência e a política rasteira na disputa eleitoral em curso, Jofran acrescentou: “Não se faz mais política como antigamente. A moral e os valores éticos estão se perdendo. A retaliação chegou a níveis baixos e insuportáveis.
Percebo claramente, que a ética e a política se afastaram, infelizmente! Isso não ocorre somente na política e rola solto em nosso cotidiano e nos nossos costumes. Neste sentido existe uma tendência clara à decantação das atividades familiares.
Vale lembrar, que a preocupação com os valores da família estão se acabando. Lembro-me que fomos criados, tendo a família como uma mola - mestra de uma estrutura, pois a meu ver, a família é a maior referência da humanidade. Pena que está tudo se perdendo, ” argumentou Frejat.

DECISÃO DE NÃO SE CANDIDATAR AO BURITI

Quanto a sua decisão de não se candidatar ao Governo do Distrito Federal pelo PR, Frejat não perdeu tempo e foi direto ao cerne da questão: “Eu estou tranquilo com a posição que tomei, ao declinar do projeto como candidato ao Governo de Brasília. Embora eu tenha sentido muito, não ter podido implementar um programa de governo importante e fundamental para o desenvolvimento do DF neste momento de dificuldades e incertezas pelos quais passamos, preferi ficar de fora.
Frejat diz que está tranquilo com sua posição de não se candidatar

Acredito, que a minha experiência iria contribuir e muito com nossa cidade-estado. Tive o privilégio de ser eleito cinco vezes para a Câmara federal, inclusive deputado constituinte. Fui quatro vezes secretário de Saúde do DF; secretário executivo do Ministério da Previdência Social e ministro interino. Poderia ganhar esta eleição no primeiro turno, de acordo com as pesquisas em um certo momento, mas ocorreram grandes entraves. O objetivo de muitos não eram os mesmos que o meu, por isso, nesta circunstância, achei mais conveniente declinar do projeto”, arrematou Frejat.

ELEIÇÃO DE DOIS TURNOS E APOIO AO PROFESSOR SEVERINO CAJAZEIRAS

Perguntamos ao líder político, qual a visão do quadro atual, faltando uma semana para o pleito. Ele foi prático e respondeu: “A meu ver, a eleição que se aproxima será decida no segundo turno e de forma muito acirrada. Indagamos no mesmo bate-pronto o médico e político experiente Jofran Frejat, sobre o projeto de Severino Cajazeiras que estava naquela oportunidade em sua residência.
O professor Severino conta com apoio de Jofran Frejat

Ele demonstrou muito interesse por nossa pergunta e respondeu: “É um nordestino como eu e veio para Brasília na expectativa de dias melhores. Hoje ele é um dos professores universitários mais conhecidos do Distrito federal. Advogado dos bons e lutador inconteste pelas causas dos advogados na OAB/DF, onde exerceu diversos cargos, inclusive o de vice-presidente daquela importante instituição. Agora vejo o Severino pedindo votos para deputado distrital. É um projeto legítimo e por isso eu o apoio! Ele tem o objetivo de defender o contribuinte e será muito importante para os brasilienses.
Acredito firmemente que o professor Severino vai contribuir muito com a Câmara Legislativa do DF, produzindo leis na defesa do contribuinte e em benefício de toda a população de Brasília. O Severino foi professor de grandes advogados, juízes, promotores, procuradores, entre outros. Vale lembrar, que meu filho Guilherme Frejat, formou-se em Direito e também foi seu aluno. No dia da diplomação, eu estava lá na solenidade e num feliz improviso, o Severino como um dos organizadores do evento, me surpreendeu ao permitir que eu entregasse o diploma para meu filho. Esta demonstração de carinho me deixou muito feliz e foi um momento marcante e de grande emoção. Eu recomendo o voto para deputado distrital, no professor Severino Cajazeiras. O número dele é o 70000”, disse Frejat.

Jofran Frejat recomenda voto no professor Severino, número 70000!


FACULDADE DE MEDICINA DE BRASÍLIA

Ao final, perguntamos ao Frejat, sobre a criação da Faculdade de Medicina de Brasília. O médico não perdeu tempo e argumentou: “Naquele período de nossa história, só existia o curso de medicina na UnB. Percebi, que não era justo com nossa juventude, cheia de vontade de cursar medicina e não ter oportunidade. Aí comprei a briga e fui em frente, pois pagar uma faculdade de medicina hoje já é muito caro, imaginem naquela época, que só na UnB tinha o curso? Felizmente vencemos todas as burocracias e criamos a faculdade de medicina que hoje se destaca entre as quatro melhores do país”, disse Jofran Frejat.

PALAVRA DE ESPERANÇA PARA OS BRASILIENSES

Gostaria de coroar meu trabalho de décadas em Brasília como governador. Para isso preparei um plano de governo consistente em todos os setores. Devido as circunstâncias, achei melhor dar a oportunidade para que outro ocupasse a principal cadeira no Buriti. Entendo que não podemos perder a esperança, mesmo nos momentos mais adversos. Temos que lutar, mesmo perdendo algumas batalhas, desde que objetivem fazer o bem. Não podemos perder o fio da meada, quando o foco é ajudar Brasília voltar a ser a capital da esperança, ” concluiu Frejat.

0 comentários:

Postar um comentário